Future This

♪ | Future This | The Big Pink

Postado em Atualizado em

Uma certa tendência no rock inglês: álbuns superprofissionais, eficientes, agradáveis, burocráticos, que servem, em primeiro lugar, como etapa numa linha de produção que inclui grandes festivais (onde está o dinheiro), estações de rádio (daí os três singles obrigatórios), capas de semanário de música e clipes genéricos para YouTube. Em 2011, tivemos Skying, do The Horrors. Em 2012, o Big Pink talvez se saia como um candidato respeitável ao cargo de “opening act” para o próximo “comeback” de veteranos do início dos anos 90. Future This é um álbum reluzente e esquecível, perfeito para arenas e anúncios de carro, que ressalta o que havia de mais acessível no anterior, A Brief History of Love. As três primeiras faixas são os singles chamativos — cheios de energia, suor e clichês — que talvez transformariam o Klaxons numa banda ultrapopular. As letras são qualquer nota (“somos todos feitos de ouro”, “todos os dias, é como se eu vivesse numa ficção”, aiai), mas who cares? Aposto que, ao lado de outros britânicos inofensivos (olá, The Maccabees!), eles vão fazer direitinho o trabalho de manter a máquina (da irrelevância) funcionando nesta temporada. Próximo!

Segundo disco do Big Pink.10 faixas, com produção da própria banda. Lançamento 4AD Records. D+