Clipe

Vomit | Girls

Postado em Atualizado em

Quase prosaico (mas muito apropriado) este vídeo para a música nova do Girls, também conhecida como A Melhor Música do Girls de Todos os Tempos. Vomit. E não a julgue pelo nome. A direção é de Austin Rhodes – e a vontade que dá é de sair dirigindo a noite inteira, just to feel like you’re okay.

Get real, get right | Sufjan Stevens

Postado em

O clipe novo do Sufjan Stevens é brincadeira de criança: papel cortado, pinturas coloridas, anjos e naves espaciais. Tudo simplezinho (a arte é de Royal Robertson; a direção, do próprio Stevens), como que para contrastar com os climões do disco mais recente do homem, o ótimo The age of adz. O vídeo não me tirou do chão, honestamente, mas a música é a minha favorita do álbum (entrou até numa mixtape do ano passado). Então, cá está a belezinha.

Queen of hearts | Fucked Up

Postado em

Os chapas do Fucked Up acabaram de lançar uma ópera-hardcore do tamanho de um rinoceronte (David comes to life, que ainda não ouvi com a devida atenção) e, é claro, não estão aqui para brincadeirinhas de criança. Bacana saber, no entanto, que o clipe de Queen of hearts não se leva tão terrivelmente a sério: pode ser descrito como um encontro de The wall com Escola de rock, tão surreal quanto elegante (e um pouquinho polido, vá lá). Scott Cudmore dirige, e com um sorriso irônico no canto da boca.

Calgary | Bon Iver

Postado em Atualizado em

No refúgio subterrâneo onde vive este monstrinho visual de Bon Iver, coisas estranhas acontecem: às vezes, a sensação é de estarmos presos numa capa de disco da Enya. Mas há cenas que evocam Lewis Carroll, e aí as coisas melhoram um pouco. De qualquer forma, pode ser usado como instrumento de acusação para aqueles que veem no disco mais recente de Justin Vernon um desejo louco de entrar na programação de madrugada das rádios AM. A direção é de Andre Durand e de Dan Huiting.

What you need | The Weeknd

Postado em

A festa acabou: e aí começa este clipe do The Weeknd, um bom resumo dos climões de sensualidade em preto-e-branco do disco House of balloons, o meu preferido de 2011 até aqui. Desejo e perigo.

Albatross | Wild Beasts

Postado em

O clipe, dirigido por Dave Ma, é o que se espera de um vídeo do Antony and the Johnsons: mulheres deprimidíssimas, uma dançarina sôfrega, um vocalista em agonia, insetos, aves e sentimentos aflorados. Hmm. Mas atenção: esta é a nova do Wild Beasts, que, após o ótimo Two dancers, retorna este ano com o disco Smother. Albatross não parece voar alto: mas ouça duas vezes e tente esquecer.

Heart in your heartbreak | Pains of Being Pure at Heart

Postado em Atualizado em

O disco mais polêmico da temporada, quem diria, é o fofo Belong, do Pains of Being Pure at Heart. A Pitchfork deu nota 8.2 pros nova-iorquinos. A New Musical Express lascou um 3. Nada contra a controvérsia: discordâncias são saudáveis numa crítica que me parece cada vez mais padronizada. Difícil, porém, é torcer o nariz para o clipezinho colorido que eles escolheram para abrir os trabalhos do álbum. Entenda como um curta-metragem sobre a doce vingança de uma banda de rock amadora. Dirigido por Mike Luciano.