♪ | Attack on Memory | Cloud Nothings

Postado em Atualizado em

Quando, aos 16 anos, eu matava o tempo gravando fitas cassete conceituais (já contei essa história tantas vezes que vou poupá-los da reprise), resolvi criar um “álbum grunge”. Ele funcionava assim: as melodias eram de uma simplicidade pré-escolar; a interpretação, tosquérrima (em resumo: eu torturava minha guitarra enquanto soltava uns berros); as letras, depressivas (sobre as minhas espinhas/dores existenciais/dificuldade de convidar as gurias pra ir ao cinema); as referências, Nirvana e Sonic Youth (havia uma faixa de 12 minutos de duração com muitos efeitos loucos, mas todas as outras mal chegavam aos três). Apelidei a fita de Cinco Dias Inúteis (porque foi gravada em cinco dias), e assim ficou.

O disco novo do Cloud Nothings, e isso obviamente não é elogio pra mim ou pra ele, me lembra muito essa fitinha. Ainda que ele, o disco, tenha sido produzido por Steve Albini.

OK, me identifico com Dylan Baldi (aka Cloud Nothings) porque eu também curtia criar ideias-para-discos. E este Attack on Memory me parece uma bela ideia-para-disco. Uma ideia para um disco pós-grunge. As letras são de um negrume adolescente (alguns títulos, para seu deleite: No Future – No Past, Wasted Days, No Sentiment, Cut You), as referências são duas ou três. A segunda faixa dura oito minutos e lembra Sonic Youth. A terceira dura três e parece Blink 182. Para cada momento “radical” e “agressivo”, há noise docinho para cenas agitadas de filmes do Cameron Crowe. Na última música, Dylan diz que sente falta de uma menina porque precisa de alguém para machucar. Não me convence.

Minha experiência gravando um (ahm, er) álbum grunge me ensinou o seguinte: se você só consegue transmitir sofrimento e angústia por meio de clichês, o que lhe parece visceral pode soar apenas como rebeldia inócua, choramingo, manha. E talvez provoque mais pena que admiração. É o que acontece quando ouço este álbum (melhor: esta ideia-de-álbum) do Cloud Nothings.

Terceiro disco do Cloud Nothings. Oito faixas, como produção de Steve Albini. Lançamento Carpark Records. C

9 comentários em “♪ | Attack on Memory | Cloud Nothings

    Alê Marucci disse:
    janeiro 13, 2012 às 7:35 pm

    A mixtape de janeiro bem que podia ser seu álbum grunge, hein?

    Tiago Superoito respondido:
    janeiro 13, 2012 às 7:41 pm

    Vou botar no MySpace, haha.

    Adalberto disse:
    janeiro 13, 2012 às 7:46 pm

    Tiago, digitaliza essa fita e disponibiliza para download…vai…
    Quem sabe não está nela a nova “salvação do rock”? Hehehehehe…
    Se não toda, pelo menos a faixa de 12 minutos…vai… Hehehehehe…

    Tiago Superoito respondido:
    janeiro 13, 2012 às 7:51 pm

    A minha fitinha de soul music é mais legal, Adalberto ;)

    Adalberto disse:
    janeiro 13, 2012 às 8:14 pm

    Então quer dizer que você é bem eclético, hein?!
    Mas não me diga que tu também gravaste uma fita de alt-country, Tiago?!
    Se sim, quero uma dessa também, hein…Hehehehehe…

    Tiago Superoito respondido:
    janeiro 13, 2012 às 8:18 pm

    Tem sim uma de alt.country, sério (melhor: mais de uma). Minha adolescência foi assim: muito tempo livre, muita ideia babaca

    Adalberto disse:
    janeiro 13, 2012 às 8:46 pm

    Bons tempos…, né, Tiago?

    Adalberto disse:
    janeiro 13, 2012 às 9:39 pm

    E por falar em fitas caseiras, um dia desses eu assisti um documentário bem bacana, sobre o Daniel Johnston que se chama “The Devil and Daniel Johnston” (2005).
    Já assistiu, Tiago?

    Tiago Superoito respondido:
    janeiro 14, 2012 às 1:30 am

    Vi sim, Adalberto. Gostei muito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s