top 100 | Os filmes da minha vida (11)

Postado em

Na onda de retrospectivas de fim de ano, já postei as minhas listas de Melhores Discos de 2011 e de Piores Filmes de 2011. Mas vou interromper essa série natalina para voltar, só por um breve momento, ao ranking dos 100 filmes que abalaram a minha vida.

Como vocês sabem, esta é uma lista muito pessoal, que não trata dos melhores filmes que vi, nem dos mais importantes, mas daqueles que se impuseram de alguma forma no, arram, mapa da minha existência. Um top 100 cheio de idiossincrasias, portanto. Voltemos a ele.

080 | Gremlins 2 – A Nova Geração | Joe Dante | 1990

Foi difícil encontrar uma palavra para definir a sessão de cinema em que vi Gremlins 2, mas lá vai: festiva. Porque, no fim das contas, éramos crianças e estávamos em festa. Lembro que o filme teve que ser interrompido porque uma menina de oito-nove anos teve uma crise de risos (outra interrupção memorável durante uma sessão: a versão-do-diretor de O Exorcista, alguns anos mais tarde). Não lembro quase nada do filme, a não ser da sensação de que havia algo venenoso no chantilly que Joe Dante nos oferecia. Para meninos de 11 anos, era o tipo mais empolgante de entretenimento (arruaceiro, hilariante & sarcástico, mais ou menos como os colegas de classe que nós admirávamos naquela época): e lembro que lamentei muito quando o longa não foi indicado ao Oscar. Mundo, injusto mundo.

079 | Audition | Ôdishon | Takashi Miike | 1999

Meu primeiro Takashi Miike foi, claro, um choque. Não só isso, no entanto. Descobri com sangue nos olhos – filme a filme; pra minha sorte, o dono da locadora de DVDs importados era fã do japonês – um diretor que fazia cinema com a voracidade de cinéfilo ansioso (ou de um menino hiperativo, que compra o ingresso para a montanha-russa enquanto ainda está na fila pro trem-fantasma). Já vi um punhado de filmes do diretor, que não se cansa de me surpreender, mas Audition segue firme no topo da minha lista de favoritos: um meta-horror pós-Psicose que me perturba menos por aquilo que ele tem a comentar sobre as fitas de gênero (e são comentários fortes, do melodrama ao terror de tortura) e mais por tudo o que Miike diz sobre o quão misterioso é o comportamento humano. Um choque, enfim.

5 comentários em “top 100 | Os filmes da minha vida (11)

    dh disse:
    dezembro 21, 2011 às 1:58 am

    Audition também continua sendo o Miike que mais gosto. O choque que tive quando o vi pela primeira vez é algo que não se pode descrever. Pra quem não viu, é bom não ler nada sobre, antes da sessão.

    Gremlins 2 é clássico da infância, mais divertido que o primeiro até. Capaz de um dia baixar pra rever.

    Ou não.

    Tiago Superoito respondido:
    dezembro 22, 2011 às 12:50 am

    Ufa, e eu pensando que o Adalberto não se manifestaria desta vez…

    Tiago Superoito respondido:
    dezembro 22, 2011 às 12:50 am

    O trato era ter arquivos de todos os filmes, certo? Hehe

    Adalberto disse:
    dezembro 22, 2011 às 10:23 pm

    Audition (1999):
    http://www.megaupload.com/?d=FNJCHOQ1

    Taí, Tiagão e desculpe minhas faltas anteriores, vou me dedicar mais, de agora em diante, ok?kkkkkkkkkkkkkkkkk…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s