♪ | 50 Words for Snow | Kate Bush

Postado em

Kate Bush passou a maior parte dos anos 1990 em silêncio. Em 2005, gravou um disco sobre (e para) a própria rotinazinha doméstica, Aerial. Era como se buscasse refúgio contra uma paisagem pop onde ela ainda não conseguia (ou não queria) viver. Neste 50 Words for Snow, Bush segue com o projeto de criar uma sonoridade-casulo, imune ao tumulto do mundo lá fora.

Em vez de gritos, o álbum tem sussurros; no lugar das invenções delirantes, suavidade. As canções são longas o suficiente para que os personagens envelheçam dentro delas. Tudo muito sereno, reluzindo numa redoma de vidro.

O coração do disco – um recital de piano à meia-luz – bate num compasso jazzístico, como num choque entre os azuis de Miles David (Kind of Blue, de quando em quando) e de Joni Mitchell (Blue, sempre). E tons de branco. Azul e branco.

Dona do próprio selo, Bush, 53 anos, não está ansiosa. Com o tempo, ela se tornou um modelo para uma geração de cantoras que admiram e imitam as experimentações e estranhezas dos discos que ela escrevia nos anos 80. Talvez 50 Words for Snow também deva ser lido como um comentário sobre esse reino de Florences e Zolas: declarar independência pode não ser tão simples quanto elas imaginam.

Décimo disco de Kate Bush. Sete faixas, com produção de Kate Bush. Fish People/EMI. 75

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s