5 comentários em “Sobre escrever (e alguns outros dramas)

    Samuel disse:
    abril 20, 2010 às 4:04 am

    Tô afim de ler esse livro, tá gostando?

    Marcus disse:
    abril 20, 2010 às 4:24 am

    Penso que a certa altura do diálogo John poderia fazer uma objeção difícil de responder.

    Poderia dizer: “o livro que eu estou escrevendo pode sim dizer alguma coisa às pessoas do futuro, pode ajudá-las a conseguir um sentido para as suas vidas”.

    É uma objeção óbvia, até. Vários autores mortos me disseram muitas coisas, e me ajudaram a dar um sentido para a minha vida.

    Tiago Superoito respondido:
    abril 20, 2010 às 10:04 am

    Já terminei, Samuel. É muito bom, vale sim.

    Marcus, o livro é uma espécie de autobiografia (claro, com muitos elementos de ficção) e, pelo que eu conheço do Coetzee, ele não tem esse tipo de ambição não.

    jaqmayor disse:
    abril 20, 2010 às 3:49 pm

    Recebeu antes da publicação?

    Tiago Superoito respondido:
    abril 20, 2010 às 4:52 pm

    Sim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s