Watchmen, a crítica

Postado em Atualizado em

Da série “críticas que não tratam o espectador como um asno”, tenho que recomendar o texto do Kléber Mendonça Filho sobre Watchmen. É um assombro. E olha que não fico indicando textos à toa. Está aqui.

E é mais que o suficiente, por hoje. Quer dizer, quase. Ontem, por obrigação de trabalho (caso contrário, estaria em casa vendo Big Brother), assisti a uma das exibições digitais de óperas do Met, em cartaz numa sala “de arte” perto de você. Não tenho condições de avaliar o espetáculo de 3h20 de duração, mas acredito sinceramente que a Rain deveria se dedicar a isso: óperas. E deixar os filmes em paz.

Anúncios

2 comentários em “Watchmen, a crítica

    Diego disse:
    março 12, 2009 às 5:48 pm

    Assombro de confusa, só se for.

    Tiago Superoito respondido:
    março 12, 2009 às 5:51 pm

    O filme pode ser confuso, mas a crítica eu não achei não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s