VMB

Postado em Atualizado em

Toda vez que assisto ao Video Music Brasil me sinto como Bill Murray em O feitiço do tempo. Eternamente preso no Dia da Marmota. Há quantos anos o NXZero é o “artista do ano”? Há quantos anos a Pitty faz o “show do ano”? Há quantos anos Marcelo D2 está em busca da batida perfeita?

Anotem aí: daqui a uma década, este período em que estamos vivendo hoje será lembrado como uma espécie de idade das trevas do pop brasileiro. Uma dinastia de reis do hardcore melódico e de uma rainha invariavelmente agoniada. Um tédio. Ninguém melhor para apresentar esse prêmio que Marcos Mion. É que, no caso, as piadas também se repetem ano a ano, religiosamente. Há quantos anos o Marcos Mion tira a roupa por um motivo qualquer?

No quadro mais “ambicioso” do show, o exército sucateado do pop nacional foi convocado para cantarolar uma paródia de sucessos do pop. Entendi como humor involuntário. Mas o bizarro é que, ao recorrer a nomes internacionais para compensar a falta de novidades, a MTV apelou para Ben Harper (tomando um fora da Vanessa da Mata pela enésima vez) e, pior, para um Bloc Party movido a playback.

Aliás, o show da banda inglesa fez justiça à premiação. Desacaradamente fake. Automático. E bem menos divertido que uma performance trêbada da Britney Spears.

Eu quero meu VH1.

Anúncios

8 comentários em “VMB

    Michel Simões disse:
    outubro 3, 2008 às 4:16 pm

    Eu passo

    Érico disse:
    outubro 3, 2008 às 5:43 pm

    Não sei se é tão diferente assim de uma época Skank e Sandy & Júnior, ou qualquer outra coisa que dominou por 2 ou 3 anos a premiação.

    Tiago respondido:
    outubro 3, 2008 às 5:55 pm

    Mil vezes Sandy & Junior.

    Érico disse:
    outubro 3, 2008 às 7:19 pm

    Eu nunca tive paciência pra assisti um desses inteiro.

    Aliás, na minha opinião, a programação de 2007 “sem clipes” deixou muito mais interessante a MTV Brasil.

    Thaís Ninômia disse:
    outubro 3, 2008 às 7:42 pm

    Disse tudo, Tiago.

    Em geral, premiações assim sempre têm um quê de mais do mesmo. Ainda assim gosto de assisti-las.

    Acho que só assisti o VMB deste ano até o final só por insistência minha mesmo. Tudo muito mais “forçado” que o normal… sei lá… tive a impressão de estar assistindo a um VT editado com o pior das edições passadas.

    (Nossa! O playback do Bloc Party foi trash demais. Confesso que senti vergonha por eles… hehehe…)

    Tiago respondido:
    outubro 3, 2008 às 7:50 pm

    Também senti vergonha pelo Bloc Party. E a MTV diz que foi exigência da própria banda.

    Diego disse:
    outubro 4, 2008 às 2:40 am

    Eu cobri, uma das experiências mais chatas da minha vida.

    Marquinhos disse:
    outubro 5, 2008 às 7:05 pm

    Assino embaixo tudo o que foi dito nesse post. (Y)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s