Uma outra estação

Postado em Atualizado em

Até ontem: galhos sem folhas, grama alaranjada, flores amarelas nos ipês, céu sem nuvens, horizonte colorido, garganta seca, lábios rachados, crises alérgicas, umidificador, nariz sangrando, caminhadas no parque, toalhas molhadas, poeira, madrugadas friorentas, meio-dia de Saara, sede e mais sede.

De hoje em diante: terra molhada, asfalto escorregadio, acidentes de trânsito, céu acinzentado, horizonte descolorido, gripe chata, guarda-chuva no porta-malas, fondue de chocolate, dvds para o fim de semana, pullover, não vai dar pra sair é que caiu um toró sabe como é, manhãs escuras, sono e mais sono.

Brasília, o paraíso dos metódicos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s