LONDON ZOO | The Bug

Postado em Atualizado em

Sem fogos de artifício, Kevin Martin conseguiu o que o Tricky e o Massive Attack tentam há uns dez anos: compôs um álbum até bem acessível, com elementos de dub e hip hop, mas que, se você apagar todas as luzes do quarto, soa como o remix para uma trilha sonora de Angelo Badalamenti. A estrada perdida on the dancefloor.

Sombrio é pouco. London Zoo, novo tormento do projeto The Bug, é o fim do caminho. Infelizmente, e depois da décima audição!, ainda não consegui decodificar todas as letras do álbum. Mas a paranóia que transpira nesse purgatório londrino me lembra os grunhidos de Pre-millenium tension, do Tricky. Ou o inseto preto da capa de Mezzanine, do Massive Attack (que me tirou o sono por algumas noites). Se repito essas comparações é por perceber na música de Kevin Martin uma expansão daquilo que chamávamos de trip hop. Ele pesquisa o reggae, mas não parece querer se limitar a guetos.

Quem vive com os dois pés fincados nos anos 2000 vai preferir comparar com o Burial, por exemplo (dub-step é o gênero da vez). Mas este álbum tem uma veia radiofônica que às vezes parece a mesma do Diplo, da M.I.A. Consigo imaginar uma versão da faixa de abertura, Angry, metida num set de funk carioca de boate modernosa. A forma como a música foi gravada, porém, é tudo: existe uma camada grave, melancólica, que dá um sentido menos divertido e mais perigoso à melodia. É essa névoa que cobre o disco inteiro – e garante a ele uma atmosfera de permanente apreensão, que desvia nossa atenção para o fato de que esta é uma coleção de faixas até bem diferentes umas das outras.

É um álbum talvez longo demais, mas que recompensa enormemente quem não o abandona pela metade. Revival do trip hop? Ninguém precisa disso. London Zoo não nos deixará sem antes nos pregar alguns sustos. Mais que qualquer coisa, soa urgente. É um álbum de verão gravado em alguma madrugada de inverno em 2008, num porão londrino mal-assombrado. Tente dançar com essa agonia toda.

Terceiro álbum do The Bug. 12 faixas, com produção de Kevin Martin. Ninja Tune. ***

Anúncios

4 comentários em “LONDON ZOO | The Bug

    r4f4 disse:
    agosto 19, 2008 às 1:25 am

    Gostei muito crítica… muito bom… estou procurando já o disco!

    Tiago respondido:
    agosto 19, 2008 às 1:44 am

    Procura aí que é bom

    Filipe disse:
    agosto 20, 2008 às 5:50 am

    Quando vi que tinha texto do The Bug imaginei que você finalmente ia falar bem de algum disco hehe.

    Tiago respondido:
    agosto 20, 2008 às 10:08 am

    Os 2 estrelas são bons.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s