Minha modesta contribuição aos Jogos Olímpicos de Pequim

Postado em Atualizado em

O povo bisbilhoteiro do Globoesporte.com descobriu a verdadeira verdade (obrigado pelo alerta, Fernando): entre filmes, CDs, livros (que não consigo ler até o fim), pautas mirabolantes, compromissos inadiáveis, idas ao dentista, viagens de última hora, irrelevantes acidentes automobilísticos e minhas obrigações de filho, namorado e cidadão ecologicamente responsável, eu treinei o Michael Phelps.

Treinei, gente, treinei. A vida é uma correria, mas treinei. No big deal. Só não saiam espalhando por aí, tá bem? Sabe como é, odeio paparazzi.

Anúncios

4 comentários em “Minha modesta contribuição aos Jogos Olímpicos de Pequim

    Daniel Pilon disse:
    agosto 17, 2008 às 7:44 pm

    Michael Phelps sozinho é mais eficiente que o Brasil, hehe.

    E agora estou no mundo de Gilmore Girls também. Final da 1ª temporada com Yo La Tengo foi uma beleza.

    Tiago respondido:
    agosto 17, 2008 às 8:39 pm

    Pois é, dá-lhe Michael Phelps.

    Eu estou na sexta temporada, ainda bem no início. E já parece mesmo a mais fraca de todas.

    Érico disse:
    agosto 18, 2008 às 5:36 pm

    Não foram 7?

    Tiago Superoito respondido:
    agosto 18, 2008 às 5:53 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s