It’s a wonderful life

Postado em

“Eu acredito em milagres, meu amigo. Eu acredito em milagres”, disse o comentarista na tevê. Agorinha, antes da prova de natação.

Nem ligo pra competições esportivas. Quando eu tinha onze anos, parei de nadar exatamente à véspera de uma disputa boba. Não tenho medalhas na parede do meu quarto. Nem aquelas que a gente ganha só por ter participado do jogo. Não choro no hino nacional. Talvez eu seja mesmo alérgico a esse espetáculo chinês. Mas ainda me impressiono quando ligo a tevê durante as olimpíadas. Culpa dos jornalistas. Comovente notar como os repórteres se transformam em seres abobados e otimistas, como eles todos fazem piadinhas e riem e se emocionam e criam mitos ao vivo. Já vi sujeito mandando abraço pra mãe. Zapeio e caio sempre, toda madrugada, num filme de Frank Capra. It’s a wonderful life, não é? Até semana que vem, pelo menos, it is.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s