‘Consolers of the lonely’ The Raconteurs **

Postado em Atualizado em

raconteurs.jpgOlhe mais de perto e você perceberá que, deus!, Jack White e Brendan Benson são dois sujeitinhos bem conservadores. Daqueles que estocam discos de vinil em abrigo nuclear com medo do domínio de uma nova onda tecnológica qualquer.

Só essa desvairada nostalgia justifica a estratégia de marketing do segundo álbum do Raconteurs. Um mini-manifesto explicando a razão de um lançamento simultâneo em todos os formatos num mesmo dia – já sei: por amor ao rock ‘n’ roll? – destoa tão completamente do momento em que vivemos que a capa do álbum só poderia mesmo conter referências à América… de uma época distante em que a comunicação se fazia apenas por cartas (daí o título do disco, o velho lema do prédio principal do Correio em Washington).

É aquela lição que nossas vovós nos ensinaram: quem se apega demais ao passado vira Lenny Kravitz (ok, inventei essa agora).  Claro que White e Benson tratam a história do rock com um humor faceiro que Kravitz nunca teria capacidade intelectual para simular. Mas eles se deixam guiar por parâmetros artísticos caducos. Por exemplo: essa pretensão boba de gravar o “grande disco de rock ‘n’ roll”, um rótulo que Consolers of the lonely adoraria ostentar. Já não passou da hora? Isso ainda serve?

E vê como é a vida? Eles planejaram todo um esquema para fazer com que o álbum chegue a todos os seres humanos simultaneamente amanhã, dia 25, e aconteceu o que? Ele escorregou pelo iTunes e, nesta altura, até minha tia caduca já decorou as letras. Tentaram domar a rede mundial de computadores, os tolinhos.

Sabotar o hard rock e o heavy dos anos 70 num formato lo-fi é uma coisa – e essa é uma idéia que o White Stripes já tratou com muito esmero. O Raconteurs, uma “banda de verdade”, não se dispõe a esse tipo de desafio. O que Benson e White fazem na hora do recreio é gravar discos que poderiam ter sido consumidos durante os anos 70. Com muito cuidado. Com algum talento. Com vigor. Com tino pop. Com faro comercial. Eles são bons compositores. Mas os dois álbuns do Raconteurs soam apenas corretos. Perigosamente corretos, alías. Já que, sabemos, rock correto equivale a sexo com boneca inflável (nunca tentei, mas aposto que deve ser pelo menos um pouquinho gostoso, apesar da ressaca moral).

Neste monumental segundo álbum, a banda se revela mais entrosada, mas ainda sem uma estética particular. Na maior parte das faixas, fica a impressão de que Jack White engole o grupo aos poucos, como quem compõe canções anabolizadas do White Stripes – em The switch and the spur, aparecem até os sopros mariachi de Conquest. Os grandes candidatos a hit são como que remixes radiofônicos do WS. E Top yourself, Salute your solution e Five on the five são remixes até bem eficientes. Há trechos em que Benson tenta se libertar das correntes e infiltrar algumas melodias à Paul McCartney no jogo, mas sai perdendo. É inevitável. Jack White tem carisma, e sabe o que faz.

Poder de fogo eles têm. Mas, lá pela décima faixa do disco (são 14!), a pompa começa a pesar. O Raconteurs não era para ser um projeto despretensioso? A partir de agora, ninguém tem o direito de se enganar: dominar o planeta é a idéia deles de diversão.

4 comentários em “‘Consolers of the lonely’ The Raconteurs **

    Diego disse:
    março 25, 2008 às 5:55 am

    Tiago, uma viúva dos White Stripes.

    (alguma dúvida de que eles vão acabar em breve?)

    Meu, tô viciado em Turbo Trio!

    Tiago respondido:
    março 25, 2008 às 10:03 am

    Cara, eu acho que este disco do Raconteurs praticamente declara o fim do White Stripes…

    Mas tranquilo, já não sou grande fã do Icky thump.

    Diego disse:
    março 25, 2008 às 2:02 pm

    Ao vivo eles devem ser bem mais interessantes que nos discos (que eu curto bastante, btw).

    Tiago respondido:
    março 25, 2008 às 2:10 pm

    Sim, bem que eles poderiam vir ao Tim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s