As 4 aventuras de Reinette e Mirabelle ***

Postado em Atualizado em

“Se eu falar demais, você vai embora”, logo comenta Reinette – a menina do campo – à parisiense Mirabelle.

E essa é só uma amostra de como, nos anos 80, o cinema de Eric Rohmer era capaz de abraçar todo tipo de observação – das banalidades do cotidiano a questionamentos filosóficos, e aí inclua também um tipo leve de auto-ironia. Até o título do filme parece uma anedota: as quatro aventuras dessas duas amigas são momentos em que quase nada acontece. Notar o minuto de completo silêncio no amanhecer (a chamada “hora azul”), discutir sobre ética, brincar sobre a questão do valor que se dá à arte. Elas falam demais, como de hábito, mas nem por isso iremos embora.

Há temas recorrentes nos quatro “episódios” (“é preciso silêncio diante de uma obra de arte”, eis um deles), mas Rohmer mais uma vez não quer forçar nada: cada desafio colocado para as duas personagens tende a afinar uma amizade que, com o passar do tempo, ficará mais forte, mais complexa. É um filme sobre a construção de uma relação, e isso é muito. Mas tenho certeza de que ele será encarado por muitos como uma comédia ingênua empolada de girl talk. Ok, então vale pelo menos uma sessão dupla com À prova de morte, do Tarantino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s